Perguntas frequentes

 

 

A Odontopediatria é a especialidade da medicina dentária que se dedica exclusivamente à saúde oral e à necessidade de cuidados especiais das crianças. Depois de completo o curso de medicina dentária, o médico dentista frequenta uma pós-graduação de especialização e treino de dois ou três anos que o prepara de forma única para resolver as necessidades das crianças, adolescentes e pacientes portadores de deficiência.

 

A saúde oral é uma parte importante da saúde em geral. O Odontopediatra procura implementar hábitos de saúde oral preventivos, que mantenham a criança livre de doenças orais. A Odontopediatria foca-se particularmente na prevenção, detecção precoce e tratamento das doenças orais das crianças, mantendo-se sempre actualizada e a par de todas as inovações da medicina oral infantil.

 

Visitas descontraídas ao Odontopediatra permitem que se estabeleça um clima de confiança e cumplicidade entre o seu filho e o médico dentista. A confiança e descontracção ajudam a que a criança se sinta confortável com as visitas ao dentista.

 

O Odontopediatra dir-lhe-á como pode tornar mais fortes os dentes do seu filho e impedir que se formem nocivas colónias de bactérias.

A medicina dentária faz investigação permanente para que sejam encontrados e desenvolvidos novos procedimentos e técnicas para prevenir as cáries e outras doenças orais.

Estudos demonstram que as crianças com cuidados orais e hábitos deficientes têm um baixo desempenho escolar e relacionamentos em sociedade mais difíceis. As crianças que sofrem dores de dentes devido à existência de cáries, desconcentram-se e não conseguem dedicar-se correctamente ao trabalho escolar.

Um sorriso saudável ajuda as crianças a sentirem-se bem consigo próprias, confiantes na sua imagem e na forma como parecem aos outros.

 

  • Quando deverei levar o meu filho ao dentista para uma primeira consulta?

De modo a prevenir quaisquer problemas nos dentes, deverá levar o seu filho a uma consulta de odontopediatria assim que nascer o primeiro dente ou, pelo menos, antes de perfazer um ano.

 

  • Qual é a diferença entre um odontopediatra e o dentista da família?

Os Odontopediatras são os pediatras da saúde oral. Um Odontopediatra faz uma especialização de dois ou três anos, após a licenciatura, e limita a sua actividade exclusivamente ao tratamento de crianças. Os Odontopediatras, acima de tudo, zelam pela saúde oral das crianças e adolescentes, incluindo aqueles que apresentam necessidades de cuidados de saúde especiais.

 

  • Os “dentes de leite” são realmente importantes?

A primeira dentição, ou “dentes de leite”, são importantes por diversas razões:

Não só ajudam a criança a falar claramente e a mastigar naturalmente, como também auxiliam na formação de uma correcta direcção que a segunda dentição, ou dentição permanente, poderá seguir. As crianças com dentes saudáveis mastigam melhor e mais cedo, aprendem a falar correctamente e sorriem com confiança.

 

  • O que de devo/posso fazer se o meu filho tiver uma dor de dentes?

Primeiro, lave/irrigue bem a área irritada com água morna e um pouco de sal; depois, coloque uma compressa fria na face, se esta estiver inchada. Em caso de dor, dê ao seu filho iboprufeno ou paracetamol, em vez de aspirina.

Finalmente, logo que possível, leve-o a uma consulta de odontopediatria.

 

  • “Chuchar no dedo”, ou numa chupeta/chucha, são hábitos maus para os dentes do meu filho?

“Chuchar no dedo” ou numa chucha, geralmente, só se torna um problema se o hábito se mantiver por um período muito longo. A maior parte das crianças deixam de ter estes hábitos por si próprias, mas, se se mantiverem quando a dentição permanente começar a surgir, o Odontopediatra poderá recomendar o uso de um aparelho.

 

  • Como posso prevenir o aparecimento de cáries provocadas pelo aleitamento/pela amamentação?

Evite amamentar/dar biberão ao seu filho enquanto ele dorme e não coloque nada além de água no biberão para beber durante a noite. Assim que nasce o primeiro dente, não deverá dar biberão ou peito ao seu filho durante a noite.

Encorage-o a passar a beber por um copo quando estiver próximo de fazer um ano de idade. Não lhe deve dar sumo num biberão, mas sempre num copo.

Também deve aprender a maneira adequada de escovar os dentes do seu filho e de utilizar a fita dentária. Leve o seu filho regularmente ao odontopediatra, para que lhe sejam examinados os dentes e as gengivas. A primeira visita ao odontopediatra deve ser marcada por alturas do primeiro aniversário do seu filho.

 

  • Conselhos a ter em conta durante o aparecimento dos primeiros dentes:

Entre os seis meses e os três anos de idade, o seu filho pode ter as gengivas inflamadas sempre que aparece um novo dente. A maior parte das crianças aprecia morder anéis de borracha ou silicone, que contêm água e que se colocam no frigorífico para que esta fique bem fria e “adormeça” um pouco a gengiva inflamada. Pode também dar-lhe para morder uma fralda de pano, limpa e molhada em água fria, ou massajar-lhe suavemente as gengivas com um dedo, igualmente limpo.

 

  • Com que regularidade devo levar o meu filho às consultas de odontopediatria?

É aconselhável fazer um “check up” dentário a cada seis meses, de modo a prevenir o aparecimento de cáries ou quaisquer outros problemas. Contudo, baseado no diagnóstico oral do seu filho, o Odontopediatra poderá dizer-lhe quando e com que regularidade o deverá levar às consultas.

 

  • Pasta dentífrica: Quando devo começar a utilizá-la e que quantidade deve ser usada?

Pastas dentífricas com flúor devem ser introduzidas na higiene oral da criança assim que tiver dentes. A pasta de dentes deverá conter 1.000 a 1450 ppm de flúor (esta informação deverá estar explicita na pasta de dentes) . Previamente ao aparecimento dos dentes de leite, os pais deverão limpar os dentes da criança com água e uma escova de cerdas macias. Os pais devem supervisionar a escovagem e assegurar que a criança apenas coloca na escova uma quantidade de pasta equivalente ao tamanho de uma ervilha. A criança deve cuspir o excesso de pasta dentífrica e nunca engoli-lo.

 

  • Como manter uma dieta adequada para que os dentes do meu filho sejam saudáveis?

Assegure-se de que o seu filho faz uma alimentação equilibrada a todas as refeições, incluindo sempre uma porção de fruta e legumes, pão e cereais, leite e outros produtos lácteos, carne, peixe e ovos. Deve controlar e limitar o consumo de açúcar e amido (farináceos).

Poderá, também, pedir ao odontopediatra que o ajude a escolher os alimentos que melhor podem proteger os dentes do seu filho.

 

  • Como funcionam os selantes dentários?

Os selantes dentários funcionam preenchendo as fissuras nas superfícies dos dentes, onde podem ficar “armazenadas” pequenas partículas dos alimentos, formando cáries. A sua aplicação é fácil e confortável e pode, efectivamente, proteger os dentes por vários anos.

  • Como posso prevenir lesões nos dentes do meu filho?

Pode proteger os dentes do seu filho durante a prática desportiva, através do uso de protectores. No carro, deve utilizar sempre uma cadeira de automóvel apropriada para a idade e peso do seu filho e que respeite todas as normas de segurança. Coloque-lhes sempre os cintos de segurança e faça com que o exemplo seja seguido por todos os ocupantes do veículo.

Proteja a sua casa contra quedas, embates em objectos, choques eléctricos, etc.

Leve o seu filho regularmente a consultas de odontopediatria.

 

  • O que posso fazer para proteger os dentes do meu filho durante a prática de desportos?

Protectores de plástico macio podem usar-se para resguardar os dentes, lábios e face das crianças de ferimentos ou lesões provocados pela prática desportiva. Um protector desenhado pelo odontopediatra e correctamente adaptado à boca do seu filho, poderá, não só protegê-lo destas lesões, como também evitar graves ferimentos na cabeça.

 

  • O que devo fazer se o meu filho ficar sem um dente permanente, por exemplo numa queda?

O mais importante é manter a calma. Depois, tentar encontrar o dente e segurá-lo pela coroa (parte superior) e não pela raiz e tentar encaixá-lo novamente na cavidade da gengiva.

Se tal não for possível, coloque o dente num copo com leite e leve imediatamente o seu filho (e o dente dentro do copo com leite) ao odontopediatra.

 

  • Os Raios-X dentários são seguros?

Existe um risco mínimo nos Raios–X dentários. Os odontopediatras são especialmente cuidadosos, limitando a quantidade de radiações a que as crianças são expostas. São colocados aventais de chumbo e película de alta velocidade, por forma a minimizar a quantidade de radiação.

 

  • Como podem os pais ajudar na prevenção do aparecimento de cáries dentárias?

Os pais devem levar regularmente os seus filhos às consultas de Odontopediatria, começando logo quando nasce o primeiro dente. Depois, o Odontopediatra poderá recomendar um programa específico de escovagem, e utilização da fita dentária e/ou outros tratamentos e cuidados que os pais deverão supervisionar e ensinar às crianças.

Estes cuidados em casa, conjuntamente com as visitas regulares ao odontopediatra e uma dieta equilibrada, ajudarão a criar na criança hábitos saudáveis para toda a vida.

 

  • O seu filho e o queijo: Boas notícias!

Investigações recentes demonstram que o queijo é um dos “snacks” mais saudáveis para os dentes do seu filho. A par do fornecimento de grandes quantidades de cálcio, o queijo também ajuda a prevenir o aparecimento de cáries. Queijos como o flamengo, queijo fresco e suíço, estimulam as glândulas salivares que limpam a boca de partículas de alimentos e protegem os dentes dos ácidos que os enfraquecem. Isto significa que o queijo interrompe a formação de cáries, especialmente se comido como um snack, ou no final das refeições.

O cálcio e o fósforo presentes no queijo, diminuem o nível de ph da saliva e remineralizam o esmalte dos dentes das crianças.

 

  • Os adolescentes:

Os adolescentes têm necessidades muito especiais. A aparência e a imagem pessoal são muito importantes para eles. Dentes estragados, cariados ou mal posicionados torna os jovens mais frágeis e pouco seguros em si próprios. Os adolescentes comem com maior frequência e, em geral, alimentam-se de “snacks” e alimentos pouco saudáveis.

O Odontopediatra consegue abordar os adolescentes de uma forma cuidadosa e simultaneamente preocupada, que os sensibiliza da necessidade de proteger e cuidar os dentes, prevenindo as doenças orais.

Galeria de sorrisos
Show More
Marcação de consultas

Amoreiras Plaza
Rua Carlos Alberto da Mota Pinto, 9 - 5ºC

1070-046 Lisboa


fernando.gabriel@lxclinic.com

Tel: 210-977-877

 

 

Localização

© 2014 by Fernando Mesquita Gabriel.